Citação

Dois… ou um?

 

Um é médico. O outro, dentista.
Um sorriu. O outro desviou o olhar.

Um pediu para sentar-me, por favor. O outro apontou o assento.

Um ouviu. O outro escutou.

Um foi atencioso. O outro, indiferente.
Um fez as perguntas certas. O outro tinha apenas respostas prontas.
Um interagiu. O outro executou.
Um examinou, estudou, diagnosticou. O outro cumpriu um protocolo.
Um explicou. O outro limitou-se a responder.
Um estava lá, presente. Ainda não descobri onde o outro estava.
Um transmitia seu tesão pelo que fazia. O outro… fazia.
Um improVIVE. O outro (sobre)vive.
Um ganhou um admirador. O outro tinha um cliente e marcou um retorno, mas não haverá volta…
Escuta, presença e confiança são alguns dos princípios do improviso teatral. Ou será do ser humano?
Esse pequeno poema é fruto de duas consultas reais (ou uma?). E ele não generaliza nenhuma das profissões. Poderíamos inverter o médico pelo dentista, ou ainda trocá-los por qualquer profissão, tantos são os exemplos que se encaixam nos diferentes personagens, em nosso dia a dia.
O fato é que influenciamos as vidas das pessoas que nos cercam.
Com os pequenos atos. Com frases despretensiosas. Com gestos. Com nossa maneira de ser.
Cabe a nós escolher! E que tenhamos discernimento para sermos consistentes!
Ótima semana!
E, improVIVA!
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s